Dicas de segurança!

Vírus, spam, worm, cavalo-de-tróia, spyware, invasão de hackers. Estes são apenas alguns dos perigos que usuários de computador, sejam domésticos ou corporativos, enfrentam diariamente para manter o computador a funcionar correctamente.

Os utilizadores mal intencionados (hackers) podem causar sérios problemas quando conseguem invadir os sistemas, já que roubam senhas, números de cartão de crédito e de conta corrente e até mesmo podem paralisar toda a rede de uma empresa, causando prejuízos incalculáveis. Abaixo, seguem algumas dicas de como os utilizadores se podem proteger da maioria desses males.

– Desconfie dos arquivos que você recebe por e-mail –  Tenha cuidado ao abrir arquivos recebidos por e-mail, não abra documentos que não solicitou, mesmo que eles pareçam vir de pessoas conhecidas. Alguns vírus, utilizam técnicas de engenharia social para enganar os utilizadores e levá-los a pensar que o e-mail com o vírus trata-se de uma mensagem de um amigo. Além disso, o mais importante é saber que estes anexos, quando executados, instalam programas que deixam o computador aberto à invasão de hackers.

– Mantenha o antivírus actualizado –  Para garantir uma protecção efectiva ao seu computador, é indispensável que o antivírus esteja sempre actualizado com as  últimas vacinas. Como essa actualização deve ocorrer diversas vezes ao dia, é melhor ter um programa de segurança com actualização automática, o que facilita a vida do utilizador.

– Tenha um Firewall – É aconselhável instalar um firewall pessoal no computador, já que este programa monitora todos os dados que entram e saem do sistema. Ele funciona como um complemento do antivírus, pois ajuda a evitar os vírus que tentam multiplicar-se via rede e dificulta a acção dos hackers. Aconselho a usar um firewall diferente ao que vem com o Windows, visto que este não o protege de uma forma segura.

– Instale um anti-spyware – O antispyware é uma ferramenta que evita que programas espiões sejam instalados no seu computador. Ele é fundamental para o proteger da acção dos hackers, já que é através de programas espiões que os criminosos virtuais conseguem o controle dos sistemas

– Mantenha os patches de segurança sempre actualizados – Assim como o antivírus, também é muito importante manter os patches de segurança do sistema operativo, e outros softwares actualizados, já que existem vírus, que se aproveitam das vulnerabilidades dos mesmos. Normalmente, assim que uma vulnerabilidade é detectada, o fabricante logo disponibiliza sua correcção, sendo assim, visite regularmente os sites dos fabricantes dos softwares que você utiliza e faça a actualização.

– Cuidado com os downloads –  Seja cuidadoso com os downloads de sites da internet ou obtidos por meio de programas peer-to-peer, como o Kazaa, já que muitos vírus, também se proliferam desta maneira. Antes de instalar estes tipos de arquivos, examine-os com antivírus. Procure também utilizar sempre os sites mais conhecidos e confiáveis, como os de grandes empresas e portais de Internet.

– Cuidado com os sites que visita – Alguns sites podem conter spywares, que são programas espiões, que podem roubar dados importantes contidos no computador, como senhas e números de cartão de crédito. Sites que oferecem músicas, filmes, wallpapers, ou fotos de pessoas nuas são os mais suspeitos.

– Não deixar senhas pré-gravadas – A comodidade de salvar senhas em determinados sites, como os de banco, ou web mail, para não ter que digitá-las todas as vezes que se entra, é perigosa. Isto porque, as senhas que deixa pré-gravadas, na verdade ficam guardadas em arquivos do Windows, podendo ser facilmente acedidas por um hacker.

– Não acredite em e-mails de novos registros, promoções, cartões virtuais etc – Muitas vezes os hackers enviam e-mails com falsos cartões virtuais, pedindo para se registrar novamente, ou a oferer promoções e vantagens diversas. Quase sempre eles usam o nome de empresas conhecidas para dar veracidade à história. Ao receber uma mensagem que peça para entrar em algum link, preencher algum cadastro ou fazer o download de determinado arquivo, evite a curiosidade e apague-a. Caso pareça muito interessante, ligue para a pessoa ou empresa que supostamente mandou o e-mail e pergunte se foi enviada mensagem sobre aquele assunto. Algumas das características mais comuns dos golpes são:

– Erros de português e textos fora de formatação – algo difícil de ocorrer com empresas reais, que investem bastante em profissionais de marketing qualificados para realizar campanhas.

– Caracteres estranhos na URL – por exemplo, ao invés de www.nomedobanco.com.br, o link é www.nomedobanco-sp.com.br
– Sites hospedados em serviços de hospedagem gratuita de páginas pessoais como HpG, Geocities e Lycos, entre outras do gênero. Grandes empresas utilizam serviços corporativos de hospedagem de sites e possuem domínio próprio.

– A famosa frase “envie para o maior número de pessoas possível”. Campanhas de ‘e-mail marketing’ de grandes empresas são enviadas para suas próprias bases de dados e não dependem dos clientes para se tornarem públicas.

– A afirmação de que aquela oferta só é válida pela Internet. Algumas empresas até podem fazer campanhas e promoções exclusivas para Internet, mas sempre terão suporte de um serviço telefónico de atendimento ao consumidor.

in trend micro 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s