Mulheres jogadoras têm vida sexual mais activa

A conclusão é de um estudo britânico, baseado nos testemunhos de várias mulheres.

Segundo uma pesquisa da maior empresa de aluguer de jogos no Reino Unido, a Gametart, as mulheres que têm por hábito jogar videojogos têm uma vida sexual mais activa. A conclusão partiu de um estudo baseado nos hábitos de vida de cerca de 200 mulheres.

Deste universo, aquelas que se declaram adeptas dos videojogos disseram praticar sexo com mais frequência: cerca de 4,3 vezes por semana. No caso das não jogadoras, a média é de 3,2, apurou a pesquisa.

Segundo o portal Monsters & Critics, que divulgou o estudo, muitas mulheres confessaram mesmo ter maior apetecência sexual desde que começaram a jogar.

Actualmente, a indústria revela uma certa tendência para apostar em produtos orientados para o público feminino, como é o caso das versões rosa da PlayStation 2 e Portable, esta última na forma de um pack promocional, dedicado à cantora P!nk.

Entre aqueles que dão crédito ao estudo, a principal dúvida está em saber onde se encontra o suposto pendor sexual dos videojogos, muitas vezes associados a fenómenos de isolamento. Houve quem o descobrisse aqui.
in ciberia

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s